Como Deus renovou meu estudo das escrituras

Escrituras e desenho de Jesus Cristo em cima de uma mesa de madeira

É conhecida por todos a capacidade das escrituras sagradas de influenciar pessoas diferentes em situações diferentes.

Entretanto, depois de ler a Bíblia e o Livro de Mórmon diversas vezes por muitos anos, senti um pouco de dificuldade de aprender algo realmente novo em meus estudos.

Sim, sei que a oração é muito importante no estudo das escrituras e sim, sei que ajuda muito usar um exemplar novo sem nenhuma marcação.

Mas não é todo o dia que conseguimos fazer um estudo das escrituras à nível missionário.

Ponderei por algum tempo sobre a questão e me senti mal por não conseguir me banquetear com as escrituras como antigamente.

Porém, recentemente minha esposa e eu fizemos um jejum por alguns propósitos específicos. E no meio desses propósitos ela jogou o pedido que pudéssemos ter o desejo de ler as escrituras renovado.

Sinceramente, eu foquei tanto nos propósitos principais durante o jejum que acabei esquecendo desse pedido.

Mas então, no dia seguinte eu estava deitado no sofá lendo o capítulo 33 do livro de Alma no meu celular. Pois é, uma postura nada convidativa à revelação.

Apesar de ter lido esse capítulo várias vezes em minha vida e até mesmo saber alguns versículos decor, me peguei falando para minha esposa ouvir do outro cômodo frases como:

“Amor, olha só essa parte, nunca tinha reparado...”

“Você já reparou que Amuleque...”

“Não entendo como não vi isso antes...”

E então, ao perceber que eu não lia mais de dois versículos sem aprender algo novo, disse a ela:

“É como se eu estivesse lendo esse capítulo pela primeira vez.”

Foi então que ela me lembrou:

“É uma resposta ao nosso jejum. Você lembra que pedimos por isso?”

Eu tinha tentado diversas coisas: um novo sistema de marcação, exemplares novos, estudar em idiomas diferentes, manuais do instituto, etc.

Nunca imaginei que algo tão simples quanto um jejum pudesse ser a resposta que eu buscava.

Como Alma ensinou:

“É por meio de coisas pequenas e simples que as grandes são realizadas; e pequenos meios muitas vezes confundem os sábios.”

Sei que o Senhor conhece nossas dificuldades e muitas vezes a resposta às nossas necessidades está à uma oração ou um jejum de distância.

#arteeoevangelho